quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Muda daqui, muda de lá


Oiês!

Sumi, né? 
Foi mals aê... culpa da CEB (troféu joinha pra ela...). Minha casa ficou sem luz 3 vezes desde a semana passada. Hehehe! Credo! Ninguém merece tomar banho frio, minha gente! Daí, quando eu tava decidida a escrever alguma coisa, não rolou.

(Observação nº 1: foi mals aê pra mim mesma, né? Huahuahua! A pessoa aqui tá crente que tem uma lista enooorme de leitores - #divaconvencida)

Mas voltando à vaca "fria" (a expressão é essa mesmo? Whatever...), vim aqui falar das cenas do próximo capítulo.

"Oxi, Diva, vai falar de novela agora? Não faltou luz na tua casa?"
Não é nada disso, fío! Eu não tinha dito que 2013 seria o ano da minha mudança? Da minha reviravolta? Então, como eu decidi ser uma pessoa sem medo e que vai se autodedicar mais tempo a si mesma (que bonito isso!), resolvi aprender coisas novas. Sempre bom exercitar o cérebro e previnir o Alemão, né? 
=)

A primeira coisa que eu decidi foi estudar francês. Queria ter começado em 2011, com uma amiga minha, mas por conta da maledeta reforma-eterna-sem-fim os planos foram sendo adiados semestre a semestre. Agora chega! Hahahahaha! Semana que vem começo o meu tão esperado curso de francês lá na Aliança Francesa. Oui! Como falei no feici, vou falar francês e ficar metida à beça, kkkkkkkkk! Meu órgão tem um bom incentivo pra quem quer aprender um novo idioma e eu nunca usufrui disso. Vou completar 5 anos de casa e achei que já tava passando da hora de fazer uma nova língua. Então simbora no francês que eu quero aprender muito além do que o ballet me ensinou, hehehehe! Quando eu souber falar "The book is on the table" em francês eu conto pra todo mundo, kkkkkkk!


Oh yeah, baby!

A outra coisa que me deu vontade de aprender foi a costurar. Olha que coisa! Minha mãe tinha uma máquina de costura véia em casa, minha irmã borda e eu nunca fui além de costurar fita de sapatilha de ballet e pregar um botão (mal pregado, diga-se de passagem). Esse ano me deu vontade de fazer umas costurices... Pra isso, o meu primeiro contato com uma máquina de costura EVER foi numa oficina muito legal que eu fiz com a Vivi, do Ateliê Basile. Fiz uma fronha fofa! Hehehehe! Tá certo que tudo o que a gente aprende precisa ser praticado e eu ainda não tenho uma máquina, maaaas foi ótimo estar em um grupo de mulheres fazendo uma costurinha básica e jogando conversa fora. O sábado passou super rápido e eu mal senti fome (aliás, preciso deixar aqui um elogio a mim mesma - estou mega forte todos esses dias, e a reeducação alimentar está "só suceeessoooo"!). Quando eu tiver uma máquina vou treinar muitas fronhas, kkkkkkkkk! 

Cupcakes só na fronha mesmo... nham nham nham!

(Observação nº 2: o #projetomenos10 já está quase #projetomenos7, kkkkkkkk! Belezura essas saladas e frutas que eu estou comendo tão regradamente!)

De qualquer forma, pretendo fazer outras oficinas/cursos não só de costura, mas de outros trabalhos manuais também. Adoro fuçar sites que tratam do assunto e acho que isso é uma boa terapia também. Então, por que não? Minha meta é tentar fazer uma oficina por mês, pra não pesar no orçamento familiar (#divaeconômica, #divamãodevaca). E assim eu conheço outras pessoas, exercito o cérebro, me distraio e faço algo produtivo aos finais de semana (tem fim de semana que é uma lesêra só, né?).

O post de hoje não foi tão revolucionário quanto o da salada (ou informativo quanto o do cabelo, kkkkk), mas já deu pra notar que nesse 2013 eu vou botar pra quebrar, né?

Tixáus!  

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Uma semana para mudar uma vida


Oi pessoal! E aí, tudo bem?

Curtiram muito a minha belezura no post anterior? KKKKKK! Buniteza, a gente se vê por aqui!

Vim aqui compartilhar uma coisa que provavelmente vai surpreender muita gente...

"Ai, Diva, o que é? O que éééé??? Tá grávida?"
(sempre que uma mulher tem uma novidade qualquer, alguém pergunta se ela está grávida...)

Não, não tô grávida! Por favor, não pensem nisso!
Acho que o que eu vou contar vai surpreender mais ainda... 

"Pô, Diva, fala logo!"

Então, eu falei que iria começar a frequentar os Vigilantes do Peso, não foi? Pois então, na última 6a feira eu e o marido fomos à nossa primeira reunião como membros do "VP". Sim, eu me pesei, está uma tragédia, mas nada que eu já não esperasse.

Como a idéia do VP é a reeducação alimentar e 2013 é o meu ano da mudança (nossa, que Diva-profunda!), comecei a comer salada. Pronto, falei!


"OH MY GÓÓÓÓÓD!"
  
"Nossa, Diva... (CATAPLOFT - a galera desmaia de emoção!)"

Huahuahuahua! Por favor, querido amigo, acorde do seu susto e leia novamente! 

EU, ANGÉLICA DIVA-DOIDA, EM PLENO (ou quase) EXERCÍCIO DE MINHAS FACULDADES MENTAIS, COMI SALADA. 

E não é só isso! Eu comi salada TODOS os dias desde sábado, dia 16/02/2013. É ou não é um espanto? 
=)

Não, eu não tive piriri. Não, eu não vomitei depois. Não, eu não fiquei com azia. Não, não senti nada estranho. 

"Diva, eu não tô acreditando. Só acredito vendo."

Caro amigo, posso te afirmar que eu comi. Tenho pessoas que podem testemunhar a meu favor, fora o meu marido (ele não é uma pessoa suspeita, já que a gente se sacaneia pra caramba e ele me desmentiria na hora!). E outra coisa: pra que eu iria inventar isso? Falar uma coisa dessas me coloca na berlinda. Um monte de gente vai chegar pra mim e falar: "Tá, come aí que eu quero ver... Óóóó! Comeu mesmo!". Então, inventar isso não seria uma estratégia muito boa, hehehe!

"Tá, Diva, então conta aí o que você comeu..."

Eu não posso dizer que tenha comido muitas coisas. Até porque estou no início desse mundo novo. Não vai me enfiar jiló goela abaixo, né fío? Daí cê tá querendo demááás!

Eu comi alface, cenoura, tomate cereja e beterraba. Fora a batata, que eu já comia, né? Mas tem que entrar na minha variedade de vegetais, kkkkkkkkk!

"Ah, Diva, fala sério... alface? Alface nem tem gosto de nada!"

Não tem pra você, mermão! kkkkkkkkkkkk!

Tá, eu já tinha comido alface antes na minha vida, mas o meu marido me mostrou que se eu comer com molho pra salada tudo fica melhor (ou menos pior, como queira, kkkkkk!). E a cenoura não fica tão mal se estiver cozida (crua eu achei meio pior) e com pimenta do reino. O tomate eu continuo achando nojento, mas é só comer no sanduíche que ele fica morninho e menos eca. kkkkk! A beterraba... bom, comi bem pouquinho e na rua, então não posso opinar muito. Apesar de gostar da cor, acho que o caldinho que ela deixa no prato é meio nojento também.

Mas, ei! Eu comi! VITÓRIA!!!!!!! 
=)

Só espero que na minha pesagem de sexta-feira tudo tenha valido a pena. kkkkkkkkk!
E que eu venha aqui postar estando 5kg mais magra.

Huahuahuahuahuahua!

Tchau, pessoas. Fiquem aí digerindo a salada que eu comi.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Tapa na peruca - o retorno

Oi gentes!

Então, o título da postagem já diz tudo: chegou o dia em que eu tive que fazer toooodo o processo do Tapa na Peruca de novo... again... essa é a minha sina, o meu carma... 

Pois bem, dessa vez eu tive a "brilhante" ideia de tirar fotos. Há mico maior na face da Terra do que esse? É provável que sim, o ser humano é capaz das coisas mais retardadas que se possa imaginar (tipo, tirar foto do processo de tintura do cabelo...). Mas como eu não sei se todos acreditaram que eu realmente pinto as minhas madeixas e eu tava com muito tempo disponível nesse domingão à tarde, fiz esse registro. Vai ficar para a posteridade, na internet. Depois do meu mico pra tentar conhecer o Paul McCartney pelo concurso do Fantástico (quer ver a desgraça? Veja aí! O que é um peido pra quem tá cagado, né não?), acho que nada pode ser pior... Será?

Bom, aviso que as imagens a seguir são fortes... Se você que me lê neste momento for uma mocinha em início de relacionamento, não mostre isso para o seu namorado. Nem pro peguete. Nem pro pretendente. Não me responsabilizo pelo que pode acontecer com o seu futuro. O seu peguete/namorado/pretendente pode ter um piripaque, ou, o que é pior, se desiludir das mulheres. Huahuahuahuahua! Agora, se você é casada, você pode deixar o seu marido ver essa tranqueira a depender do relacionamento de vocês... o meu marido já viu essas imagens do inferno ao vivo, várias vezes. Não só isso: já sentiu o agradável aroma da amônia que há na tinta. KKKKKKK! Perfume sedutor! Mas eu não tenho muita opção, porque eu faço esse processo em casa, aos finais de semana. E o apartamento é pequeno, então... não vejo muita solução para o meu caso.

Não digam que eu não avisei...

Vamos em frente.

Primeiro, a listinha de itens necessários para o procedimento:

Nossa, quem vê até pensa que eu sou a maga da edição, huahuahua!
1. tinta ("Dêêêêrrr, Diva, não me diga?")
2. água oxigenada
3. luvas (Odeia essas luvas? Aguenta firme e use mesmo assim!)
4. potinho pra misturar a gororoba
5. pincel pra passar a gororoba no cabelo
6. pente de cabo fino (muitas utilidades, vocês verão)
7. píranhas (não as humanas, as de plástico mesmo. RHÁ!)
8. tira-manchas (primeira vez que usei esse troço)

Faltou o creme pra lambuzar a pele perto da raiz do cabelo, pra não manchar. Hoje eu usei tipo um creme pra pentear o cabelo e deu certo - vocês vão ver o antes e o depois já já, kkkkkkk!

Não vou descrever toooodo o processo de novo. Vou colocar as imagens. Se você não leu, volte lá no primeiro post sobre o assunto e aprenda comigo, kkkkkkkk! 

1. Reparta o seu cabelo ao meio. 

BUUUUU!!!!!!

2. Separe as várias partes do seu cabelo e use as piranhas. Não precisa ficar uma brastemp. A não ser que você tenha um olho nas costas, daí a exigência de qualidade é maior, obviamente.


BUUUUUU!!!! (Notem parte do meu drama ali na seta...)
Praticamente uma profissional da arte capilar... 

3. Misture tudo pra fazer a gororoba capilar.

Você consegue, fique firme e forte!

4. Colocou a luva? Altamente aconselhável que coloque... Antes eu passei o creme pra não manchar a testa. Note que tudo pode piorar... Aliás, as imagens ficam cada vez mais fortes. 

Tá gatchééénha, hein? Um tetéu!

5. Escolha uma das partes e vá fundo. Eu começo pela frente. Na verdade, acho que pela frente é mais fácil (hehehe, ô frase capciosa!). Utilize o pente pra dar uma organizada aí nos fios, sabecumé?

Tipo o Freddie Mercury Prateado... toda prateadinha!
Uma banda lambuzada...
As duas bandas lambuzadas. 

6. Lambuzou tudo? Eu uso toda a tinta, não deixo sobra não porque eu sou pão dura e acho que é desperdício uma pessoa com tanto cabelo branco deixar gotas de tinta pra trás. Hehehehe! Depois de todo o processo, você vai ficar linda que nem nas fotos abaixo.

TCHÃ-NÃÃÃ!!!
Nossa, com essa foto dá pra entender porque o meu marido casou comigo...  
Caprichosa, né? Olha onde foi parar a tinta... Quase fico cega! KKKKKKKK!
Não, você não está bêbada. Eu estava sem óculos (e sem lente, porque tenho medo do vapor desses troços irritar o meu olho e colar a lente, kkkkkkkkkk!)

6.1. Durante a espera, surge a outra utilidade do pente de cabo fino: coçar a cabeça, kkkkkkkk! 

Ô coceirinha boa! 

7. Depooois que der o tempo e você tirar a tinta, pode ser que ainda fique resquício de mancha na sua pele de bebê. Eu comprei o troço tira-manchas e funcionou bem. 

Sim, a sua toalha vai manchar. A minha mancha toda vez. Mas nunca ficou resto de tinta depois de lavar... Tá com medinho? Pega uma toalha véia!

Pronto! Cabou-se! Olha que tchutchuca você vai ficar depois! (Não tão tchutchuca quanto eu, afinal eu sou uma Diva e isso por si só já é uma tchutchuquice sem tamanho.)

3x4 e Fujioka.
Sumiu tudim! Uia que cousa!

Ufa!
Agora só repito esse processo láááááá no mês de março!
=)

Boa semana, gentes!


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Feliz 1º dia 14!!!



Oi de novo!
Voltei rápido, né?

Então, voltei porque ontem eu vi que hoje o blog completa 1 mês de vida.
AÊÊÊÊÊÊÊ! VIVA NÓÓÓÓIZEEESSS!
=)

http://3.bp.blogspot.com/-myKAQEjnaiE/Tda18n9DL8I/AAAAAAAACHM/eFc5hW2hY60/s1600/bolo1.jpg
Um VIVA colorido pro blog!!! (Imagem retirada de: http://ideiaclip.blogspot.com.br/2011/05/desenho-de-bolo-de-aniversario.html)

Que bom que eu tenho conseguido escrever bobágis por aqui! Achei que não renderia tanto assim, hehehe!

Aproveito pra desejar ao meu marido (que não me lê - fazer o quê?) um Feliz Dia dos Namorados Mundial - ou seja, Happy Valentine's Day!
Huahuahuahua!

Não custa nada fazer esse agradinho, né? Já que eu teci tantos elogios ao "Hugh" no outro dia e ele ficou fazendo careta...  Hahahahaha!
=) 

"Gato-lindo", obrigada por estar ao meu ladinho há tanto tempo! Nós nos aturamos muito bem, não é? Hehehehehe! Tá certo que você me irrita um monte e eu te irrito outro monte... mas faz parte do amôôôôrrrr! Amo-te! 

Óóóóóunnn... eu sou ou não sou uma Diva-FOOOFAAA???
Gato-lindo do meu coração!
Arte de pré-escola, mas tá valendo!

Feliz Dia dos Namorados Mundial para todos que dão a honra e a disponibilidade do seu precioso tempo pra ler as minhas bobágis!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

#projetomenos10



Oi gentes! E aí, como foi o Carnaval de todos?

O meu foi... rápido. Quer dizer, tá sendo, porque ainda não acabou, hehehe!

Mas todo feriado pra mim é rápido. Pra mim, toda semana podia ter um feriado. Ou todo fim de semana podia ter três dias... ou eu podia ganhar na mega-sena. Kkkkkkkk! A última opção é a de minha preferência!
=)

Mas não é sobre isso que eu vim falar não. Vim falar sobre um "projeto" que eu me propus na semana passada e que tá engrenando (o Carnaval atrapalhou um pouco, mas isso é mero detalhe). É o "Projeto -10: porque eu preciso entrar nas rôpa véia!". Joguei isso lá no feici na semana passada e percebi que foi uma boa oportunidade de realmente parar de reclamar do atochamento das roupas e fazê-las caberem em mim novamente, kkkkkkkkkkk!

O projeto consiste em basicamente uma coisa: perder 10 quilos ("Óóóóóó... jura, Diva???"). Por que 10 quilos? Sei lá, porque 10 é um valor redondo, porque 5 quilos não seriam tão eficazes para desatochar as roupas, porque 15 quilos seria uma meta exorbitante e impossível, porque eu acho que 10 quilos já me deixarão bem... ou tudo isso aí junto e misturado. Eu não sei qual o meu peso atual, porque a minha filosofia é "o que os olhos não veem, o coração não sente". Então eu não costumo subir em balanças. Tenho só uma ideia do peso porque em outubro fui ao cardiologista e soube qual o valor do estrago (e de lá pra cá algumas roupas atocharam mais um pouco, o que significa que esse valor desgracento aumentou).

O que me preocupou foram as minhas calças. Na verdade, uma calça em particular que rasgou na parte interna da coxa. Tá, essa calça já é velha, mas o problema é que as coxas ficam relando uma na outra e isso desgastou o pobre do jeans até ele rasgar. Por que não rasgou na batata da perna? Porque a minha coxa é gorda, não a batata da perna. Tendo sido sempre uma Diva-coxuda, só o fato da coxa estar ainda maior do que costumava ser é um problema. E se lembram da contenção de gastos que falei lá no post do cabelo? Então, eu não tô podendo comprar roupa nova - não na mesma velocidade em que as roupas velhas ficam atochadas, huahuahuahuahuahua!

(Observação nº 1: quando eu disse "O que me preocupou foram as minhas calças" eu quis dizer que isso foi a gota d'água... na verdade, a situação foi meio tensa, já que eu tava no trabalho e temi que o rombo na calça piorasse e ficasse aparente)

Bom, pra alcançar essa meta, vou por duas frentes (bastante óbvias): comer menos e me exercitar mais. 

Comer menos significa... comer menos! Eu só como tranqueira, então o meu objetivo para o ano será comer melhor... objetivo a longo prazo, em doses delicadas! Mas, pra ajudar na comida, eu pensei em voltar ao Vigilantes do Peso. Em 2005 eu frequentei e perdi 8 quilos (tá... eu recuperei todos eles, mas foi lentamente!). Na última 6a, levei o meu marido pra conhecer o sistema e assistimos a uma reunião. Marido gostou, então acho que nessa 6a a gente se inscreve. "Mas Diva, por que você não procura um nutricionista?". Porque: nutricionista vai me mandar comer coisas que eu não como; uma consulta do nutricionista sai mais cara do que a soma do pagamento das reuniões; no Vigilantes eu me peso toda semana ("Ué, é só se pesar numa farmácia! Ou comprar uma balança!" - NÃ-NÃÃÃO!!!); porque ouvir outras histórias é motivador; porque o Vigilantes tem as palestras motivacionais. Além disso, é uma tentativa, um início, né minha gente? Deu certo no passado, então acredito que dará certo de novo. 

Abril de 2005 - eu não achava que tava bom. Me contento com bem menos hoje, hahahahaha!

E a parte de exercitar mais? Bom, Eu já faço pilates 3x na semana (já contei que eu tenho artrite e sou podrona? Pois é...) e gosto muito, fora que me faz um bem danado. Não pretendo trocar o meu pilates por uma academia (não piso numa desde 2010). Na verdade, tava até querendo me matricular numa natação, numa arte marcial... em último caso, numa academia mesmo. Só que essas coisas estão o olho da cara (o pilates já é o olho da cara), e como ainda não rolou ânimo para a musculação, já antevejo que pagarei sem frequentar... Então, por enquanto, nos dias intercalados com o pilates meu marido e eu iremos retomar os treinos do "livrinho".

Meus pezinhos no meu lindo, delicado e fofo tênis de corrida pago em suaves (#not) 10 prestações. 

O que é o "livrinho"? O "livrinho" é esse livro da foto aí embaixo, chamado "Correr é fácil". Ele é toooodo colorido e feliz, cheio de histórias motivadoras e de dicas, e, pra completar, vem com uma sugestão de treino de 10 semanas para iniciantes para conseguir correr mais ou menos 5km, e depois ainda sugere treino para quem quer correr mais. Muito legalzinho esse livro. O nosso tá mega detonado, porque a gente tá sempre fazendo umas consultas, hehehe! Mas eu recomendo. 

O nosso "livrinho"

Não estabeleci uma data pra alcançar a meta. Tenho em mente na verdade uma ocasião (Tá, a tal ocasião tem uma data, mas a ocasião em si é mais importante do que a data. Sacaram?), mas o marido nem tá sabendo disso, kkkkkkkkkk! Nós dois precisamos emagrecer. Além de querer uma estética mais agradável aos nossos olhos, a saúde manda lembranças - famílias podres em ambos os lados mais os exames que estão em dia (os quais apontaram pré-perebas com potencial para se tornarem perebas consolidadas) nos fizeram acender a luz amarela. Então vamos nessa, né? Já tô tentando me esforçar em alguns aspectos, e espero que o marido me ajude em outros (ele consegue ser bem preguiçoso e marrento quando quer, por mais que isso espante as pessoas). Na verdade, vou começar a contagem oficial desse projeto no dia em que me pesar - o que deve ocorrer na nossa primeira reunião do Vigilantes, na próxima 6a.

O nosso progresso eu vou colocando aqui e no feici. Já que eu fiz essa tranqueira de blog, que ele me sirva de diário (ou semanário, ou mensário, ou whatever) de emagrecimento, né não?

Boa semana curta pra todos! Bjins!
=)




sábado, 9 de fevereiro de 2013

Miserávis!

Ei, gatinho, me dá o seu telefone?

Então, ontem eu comecei o meu Carnaval muito bem: fui ver Os Miseráveis no cinema. Com o tchutchuco do Hugh Jackman, não teria como eu não ver esse filme numa sala de cinema.

O "Hugh" é um caso de amor antigo. Quem nos apresentou foi o meu marido - afixionado por gibis e seus filmes, me levou pra ver X-Men no cinema. Não deu outra: foi amor à primeira vista! A primeira cena do Wolverine ficou marcada na minha memória. Em câmera lenta. Com requintes de crueldade, pq aquele Wolverine do filme era tu-di-bão-e-mais-um-pou-co!
=)

Bruto! (I like it!)


Não, o meu marido não fica enciumado. Ao contrário, desde então ele me leva para ver TODOS os filmes do "Hugh" no cinema. Até aquele em que ele tá carecão eu fui ver (A Fonte da Vida - filminho bem confuso pra mim, viu!). TODOS. E não é só isso: meu marido "me deu" de presente o blu-ray do filme "Wolverine" ("me deu" pq ele gosta desse tipo de filme, então...).


Fofo, essa sua cara de susto não me afastará de ti! Jamé!

Agora, de todos os filmes que eu já vi, o que ele está mais gato "ever" é "Austrália". Tá, o filme é meio arrastado (apesar de que eu não achei horrível), tem a Nicole Kidman "encerada" e tals, mas ele tá gato. Ele tá um espetáculo. Ele tá "mara". Ponto. Teve uma mulher no cinema (aquele que tinha no aeroporto, se lembram dele?) que simplesmente deu um suspiro e disse "Nóóóóóssa" quando ele apareceu na tela grande com esse ar de galã. Não fui eu, juro! Mas eu não tinha como discordar dela. E o meu marido só rindo da bestice da muierada, kkkkk!

 
Gato, não sorri assim pra mim que eu tenho um treco!


Bom, voltando ao filme lá de cima, Os Miseráveis é bem bom. Gostei. Nunca assisti ao musical no teatro pra poder comparar, mas eu achei o filme muito bem feito e as atuações muito boas (falou a entendida de cinema...). E o "Hugh" tá ótimo. Apesar de ser suspeita pra falar, achei a atuação dele muito boa. Não vi os outros filmes que concorreram com ele no Globo de Ouro, mas achei que "Hugh" foi merecedor do prêmio. Fora que eu acho que na 2a parte do filme ele dá um caldo. Um caldão, kkkkkkkkk! Mas isso eu sempre vou achar, então não se guiem por essa opinião, huahuahuahua!


Gato, a única coisa que vc não merece na sua vida é a sua muié feiosa. Liga pra mim pra gente conversar mais a respeito, ok?

Então, se vc curte musical, não tem problemas de coluna (o filme tem 2h40, então a minha coluna reclamou - mas eu sou podre), curte o "Hugh" (ou não), curte a Anne Hathaway, curte o Borat (sim, ele tá no filme. Não o Borat, o ator), gosta de história e de clássicos, é uma boa pedida. Bom filme! E bom "Hugh" pra quem gosta dele (mas com moderação, pq ele é MEU!).

(Observação nº 1: peguei todas as fotos em sites diversos pelo Google.)

(Observação nº 2: ontem marido viu que tem um outro filme do "Hugh" em cartaz. Ele falou pra gente ir. Não é um fofo? Tô falando do meu marido agora... )

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Leio ali, escrevo acolá

Eu leio muito. 

Não, não leio muitos livros. Confesso que sou preguiçosa para eles (e um péssimo exemplo para futuras gerações). Nem posso jogar a culpa disso na minha criação, porque a minha irmã lê muito - então, provavelmente, o estímulo maternal deve ter sido o mesmo. 

Também não leio muitas revistas. Não assino nada e acho que muitos dos conteúdos são rapidamente disponibilizados na internet. Fora que nem aquelas do tipo "Caras" ou "Contigo" eu folheio mais, porque, como disse naquele post do cabelo, eu não tenho ido a salões de beleza (fonte eterna de atualização fofocal).

Eu gosto de fuçar a internet. Leio sites de notícias, blogs de decoração, cosméticos, viagens, entro em sites de lojas e de compras coletivas, etc. Se me mostrar um site/blog novo que seja bonitinho e de assunto que me interesse é provável que ele entre na minha lista de favoritos, só pra facilitar a minha leitura (vou lá e clico rapidinho!). Até blog culinário eu leio de vez em quando, como vocês podem ver ali na aba de coisas que eu leio ("Quem diria, logo você, Diva, que não come nada?!?!" - pois é, eu procuro receitas de vez em quando, kkkkkkk).
Uma coisa que eu gosto muito de ler são aqueles posts de "faça você mesmo" (ou "DIY", para os falantes do inglês). Já até me arrisquei a fazer umas coisas em casa inspirada nesses posts. Tanto que tem gente que olha pra mim e já me pergunta se eu quero uma garrafa vazia pra eu pintar, kkkkkkk!  "Pode me dar, tô pegando geraaaaalll"! Huahuahuahuahua!

Daí, outro dia, pensando justamente nessas coisas que eu gosto de ler, me veio à cabeça o porquê disso. Lembrei que quando eu era criança minha mãe e minha irmã faziam uns enfeites de Natal (árvore de laços - mega fofa), personalizavam as capas dos meus cadernos com papel de carta (levanta a mão aí quem mais colecionava? Deve ter um monte de pastas na casa do meu pai até hoje - se é que as traças não comeram tudo...), me ajudavam a deixar os trabalhos da escola bonitos e apresentáveis (sou da época do trabalho escrito no papel almaço, ou, pior, no papel branco usando só o fundo do almaço como guia de linhas...), minha mãe bordava umas fantasias minhas do ballet (ficava coisa fina - umas até foram furtadas lá de casa sabe-se lá por quem)... Então na minha casa sempre teve muito dessas coisas "manuais". Acho que vem daí esse meu gosto por ler coisas desse tipo.

Dos blogs que eu mais gosto de ler está o Casa de Colorir. A Thalita é a minha heroína, kkkkkkkk! Ela faz umas coisas tão bonitinhas! Esse é um blog que eu acesso diariamente para ver qual a novidade do momento (mentira! Agora eu recebo as atualizações pelo e-mail, muito mais prático! kkkkkkkkkkk!).

Ali do lado eu coloquei uma lista de alguns blogs que gosto de ler "de vez em sempre". Dê uma clicada e veja se alguma coisa te interessa também! E se você tiver alguma sugestão pra me passar, fique à vontade, porque eu curto mesmo esse compartilhamento de coisas boas!
=)